Uma ação para alavancar uma comunidade. Uma iniciativa para nos mobilizar e nos lembrar que podemos ser a mudança que queremos no mundo!

por Ato Solidário em 22/07/2015

Tudo começou quando uma brasileira e um sueco se encontraram no verão de 2011 em uma pequena ilha do Caribe. Não, eles não estavam de férias. Os dois participavam de um projeto em uma organização humanitária que realiza trabalhos voluntários ao redor do mundo. E após três anos de voluntariado no Caribe, na África, no Brasil e na Suécia, nasce da união desse casal multicultural o projeto “Be the Change”, tendo por bases experiências e sonhos do casal Bob van den Eijkhof e Taís González que hoje vivem na Suécia.

DSC05897

E o que é o Be the Change – em português, “seja a mudança”? É uma plataforma de ação coletiva e voluntária que tem como objetivo apoiar e incentivar micro e pequenas iniciativas que trabalhem na erradicação da miséria e da fome; na educação básica para crianças; que promovam a igualdade de gêneros e valorização da mulher; e/ou proteção ambiental. Ou seja, contribuir com o desenvolvimento comunitário e sustentável em regiões de baixo IDH (índice de desenvolvimento humano) através da parceria e da elaboração de projetos com o foco na transformação e no impacto dessas realidades.

DSC05512

O casal acredita que o desenvolvimento comunitário sustentável  acontece com a participação e envolvimento da comunidade em si,  já que a sustentabilidade só é alcançada quando esse processo pertence à própria comunidade e é gerido por ela. O papel do Be the Change aqui é de estabelecer parcerias de curto prazo com micro e pequenos projetos e organizações com o intento de contribuir para a autogestão desses e influir no desenvolvimento comunitário e sustentável em seu entorno. Não há projeto sem o movimento comunitário, afinal, como já disse Gandhi: “seja a mudança que você quer no mundo”.

DSC06265

Foi o que aconteceu em um orfanato em Kamuli, Uganda, onde a primeira iniciativa do Be the Change se deu. Relata o casal: “Cada projeto é produzido de maneira muito especial, porque é aberto, recebe a colaboração de todos que queiram participar”.

DSC05589

O “Projeto Uganda” recebeu com o financiamento coletivo cerca de R$ 8.500,00, e ainda:

  • Gerou impacto social diretamente em cerca de 2000 pessoas (300 crianças do orfanato Hope e pessoas que vivem ao redor do orfanato), além de cerca de 500 crianças de duas escolas na Suécia (Skytteholmsskolan e FuturaSkolan) que arrecadaram fundos e doações de brinquedos para as crianças do orfanato;
  • Encorajou o orfanato a utilizar atividades lúdicas-recreativas com ferramentas de aprendizagem;
  • Realizou a construção de um sistema de coleta e armazenamento de água da chuva;
  • Ensinou e incentivou a usar o SODIS (sistema de desinfecção da água a partir dos raios solares);
  • Ofereceu workshops gratuitos para a juventude;
  • Ofereceu uma festa de Natal para mais de 1500 pessoas;
  • Promoveu a cultura por meio da mostra de filmes para a comunidade;
  • Ofereceu material escolar para 300 crianças;
  • Recebeu uma doação de 20 laptops. Com estes o projeto iniciou aulas de informática;
  • Recebeu doações de sementes para iniciar uma horta orgânica;
  • Com o dinheiro arrecadado também foi possível iniciar uma pequena produção de carne (com a compra de porcos, aves e um bezerro).

 

Acompanhe no vídeo abaixo mais detalhes sobre esta ação.

 

O próximo projeto já está sendo construído de maneira coletiva e o Be the Change está neste momento recebendo sugestões de iniciativas que queiram ajuda para tornar-se auto-sustentáveis e auto-suficientes. Você tem alguma ideia?

 

CONTATO

Para conhecer mais sobre essa iniciativa acesse o site www.btchange.me ou entre em contato pelo e-mail btchange14@gmail.com .